Cerca de 20 por cento dos professores que ensinam português na Galiza, num universo de cerca de 250 alunos, já aplicam o acordo ortográfico na sua formação, segundo dados disponibilizados à Lusa pelo Instituto Camões nesta região espanhola.

Samuel Rego, responsável do IC na Galiza, explicou à Lusa que a maioria dos professores, muitos deles galegos, já declarou interesse em aplicar também o acordo nas suas aulas sendo que, prefere, antes disso ter alguma formação específica.

‘Os professores que tiveram mais algum contacto com o Brasil, por diversos motivos, foram os primeiros a começar a aplicar o acordo de forma regular, porque no Brasil o acordo já é aplicado há um ano’, explicou Rego.

Atualmente na Galiza há cerca de 70 professores a ensinar português, nas três universidades galegas, no nível secundário e nas escolas de idiomas, de vertente mais profissional.

Fonte: Correio do Minho