Espanha

03.06.2009 – 14:47 em Público

Governo galego considera português a par do inglês
Governo galego considera português a par do inglês (Paulo Ricca)

O presidente do Governo galego Alberto Núñez Feijóo comprometeu-se a estudar, com a maior brevidade, a inclusão do português como língua opcional nos currículos escolares da região.

A decisão foi anunciada pelo próprio Feijóo depois de um encontro com o embaixador de Portugal em Madrid, Álvaro de Mendonça e Moura, que esteve de visita à região, desde o início da semana, para contactos com vários responsáveis locais.

Nos últimos meses o Governo português tem intensificado o contacto com as autoridades de várias regiões espanholas no intuito de impulsionar a inclusão do português como língua opcional nos currículos escolares.

Em contrapartida está a expandir-se o ensino do espanhol nas escolas portuguesas.

Para Feijóo iniciativas da inclusão do português já estão em curso em várias regiões espanholas, nomeadamente na Extremadura pelo que a Galiza, dada a sua “relação especial” com Portugal, não pode ficar alheia a esta iniciativa.

Comprometendo-se a “avaliar” a questão, Feijóo explicou que numa primeira fase vão ser cuidadosamente analisadas as “capacidades docentes” da região, onde o português é ensino, a nível do ensino básico e secundário, por professores de galego.

“Tudo o que seja abrir a Galiza ao mundo e incorporar línguas estratégias no nosso currículo é uma oportunidade que não podemos perder”, afirmou.

Considerando que o português, a par do inglês, é uma das línguas “mais importantes” do mundo, o chefe do Governo regional recordou que as previsões apontam para que em 15 anos haja 360 milhões de falantes do português, mais do que o alemão e o francês juntos.

Feijóo prometeu ainda um contacto “permanente” com Portugal sobre esta temática, afirmando que este tipo de iniciativas são essenciais para criar uma Península Ibérica “mais importante, não apenas no aspecto económico mas também no cultural”.

No intuito de estimular ainda mais os laços com Portugal, Feijóo anunciou a criação de um plano estratégico para “relançar” as relações no seio da Euroregião Galiza-Norte de Portugal, que será analisado num encontro em breve no Porto.

Considerando vital “relançar, modernizar e actualizar” os laços entre a Galiza e o Norte de Portugal, Feijóo considerou que o documento a desenhar abrangerá as “princiais linhas de colaboração” entre os dois lados da fronteira nos próximos anos.

“Há muitos temas que tratar”, disse, citando como exemplo a recente declaração do parque Gerês-Xurés como reserva da biosfera e a aposta em valorizar a rota portuguesa do Caminho de Santiago.

O portugués podería ser lingua opcional nas escolas

Terça-feira, 02 de Junho de 2009

Notícia de Vieiros.com
http://www.vieiros.com/nova/74503/o-portugues-poderia-ser-lingua-opcional-nas-escolas

PARA OS ESTUDANTES GALEGOS
O portugués podería ser lingua opcional nas escolas

Asegurouno o presidente da Xunta logo de que llo pedise o embaixador de Portugal no Estado Español.
Redacción – 18:00 02/06/2009
Tags: estudos Feijoo lingua portugués

Que os alumnos galegos de Secundaria teñan a opción de escoller a lingua portuguesa como materia se así o desexan. Esta foi unha das peticións que lle achegou o embaixador de Portugal no Estado Español, Álvaro José De Mendonça e Moura, ao presidente da Xunta de Galiza. E a proposta foi aceptada por Alberto Núñez Feijoo, quen se comprometeu a que o goberno estudará esta posibilidade incluíndo o portugués no currículum escolar dos estudantes.

O mandatario luso asegurou que en Portugal existe “unha demanda moi forte ” de ensino de español e asegurou que ao seu goberno tamén lle gustaría que o executivo galego fixese o posíbel para que os nenos galegos puideran ter acceso á lingua portuguesa. Do mesmo xeito, adiantou que o goberno portugués tamén está a facer esta mesma proposta a outras comunidades autónomas do Estado Español, se ben subliñou que Galiza conta cunha relación especial con Portugal, polo que non debería ser allea á proposta de incluír o idioma portugués no seu plan de estudos.

Pola súa banda, Feijoo agradeceu a proposta que, dixo, precisa dunha “resposta positiva” e comprometeuse a avaliar a petición “valorando previamente as capacidades docentes galegas”. Así, asegurou sentirse contento con esta petición e subliñou que o portugués constitúe, xunto co inglés, un dos idiomas “máis importantes do mundo xa que os seus falantes superan conxuntamente ás poboacións que falan alemán e francés”.